Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Doutor

em homenagem a Aldir Blanc, compositor e cronista brasileiro

     Doutor, ela ligou o rádio e eu não quis escutar. Não acha que tenho razão? Farto de ouvir notícias ruins, estou eu. Quero lá saber pormenores, se foi infecção, se foi trombose, ou se foi só tristeza. Só não, que essa mata até antes da hora. Uma pessoa sente assim aquela pontada no peito que não dói. Ou seja, dói mas é mais na imaginação, na fundura do miolo. Sabe, eu nunca privei com esse sujeito. Nem no bar, nem no boteco, nunca me cruzei na rua com ele, nem fiz aquele aceno envergonhado de quem venera mas sabe que não tem muito o que dizer. E realmente, às vezes, ficar calado é o melhor que fazemos. Há aquelas pessoas que dizem piadas nos velórios, eu admito que até já ri e fiquei mais bem-disposto e pronto a comer mais uma bolachinha, mas não é o meu estilo ser eu a puxar o riso dos outros quando os vejo com caras tão sérias. Sei lá como é que eles estão lá dentro! Se têm para lá louças antigas em cima de um armário …

Mensagens mais recentes

Boa Vizinhança

Palavra Maiúscula

Quota Portuguesa

Samba na Igreja

Um americano no Tejo Bar

Noz

Penas

Sílabas Perdidas