Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Noz

O estado das coisas preocupa a matéria pensante. O corpo vai-se levantando cada manhã sabendo o que tem de fazer: respirar, verter águas e pedras, lavar atrás das orelhas, levar a colher à boca, pôr um pé no chão antes de cair. E mais que tudo: bater no coração, para que ele não pare de susto. A mente, essa, serve para ir abrindo os olhos. Esses berlindes de vidro onde se espelham os outros, e invertemos as miragens para nos encontrarmos. Cada imagem, uma pista do que nos rodeia. Cada arco-íris, uma esperança vã.      As notícias são a janela do mundo, mas lá fora a rua muda de lugar e o sol altera a sua trajectória. Ao contrário das pequenas letras contratuais, que obrigam a cerrar as pálpebras para focar, as letras gordas dos jornais servem para escancarar os olhos. O periodista escreveu: “O Tejo está a morrer”. Eu também. Mas corrói-me que o nosso colosso morra antes de mim e agonie à minha frente. Sendo eu seu filho, que a partir das águas vê a luz da cidade onde adormece, s…

Mensagens mais recentes

Penas

Sílabas Perdidas